/22062795529,22830878229/www.agrotecnico.com.br/www.agrotecnico.com.br_web_stories_4742 google.com, pub-1692112831184972, DIRECT, f08c47fec0942fa0

O Impacto do RNAi na Resposta das Plantas

RNAi

O RNAi, ou interferência do RNA, é um processo que ocorre nas células vivas que regula a expressão gênica – um mecanismo fundamental para o funcionamento adequado das células. Essencialmente, funciona como um ‘interruptor’, permitindo que certos genes sejam ligados e desligados. Este incrível processo foi descoberto pelos cientistas Andrew Fire e Craig Mello, que receberam o Prêmio Nobel por sua pesquisa em 2006. 

“RNAi, uma descoberta revolucionária na ciência, tem a capacidade de silenciar os genes, permitindo-nos entender melhor suas funções e potencialmente resolver problemas genéticos nas plantas.”

Portanto, agora que estabelecemos o que é RNAi, podemos começar a explorar como ele poderia ser usado para aprimorar a resposta das plantas. Sabe-se que o RNAi tem várias aplicações na agricultura, como a melhoria da resistência das plantas à seca e o combate às pragas, para citar apenas alguns exemplos. Dessa maneira, quando aplicado exogenamente, o RNAi pode interagir com espécies específicas de insetos-praga, causando a morte desses insetos e gerando uma proteção eficaz para a planta. 

Cerca de 80% das plantas transgênicas comercializadas em 2015 possuíam genes de RNAi

Além disso, o RNAi orgânico pode ser utilizado para melhorar a resistência das plantas a extremos climáticos. Desse modo, em um experimento realizado em 2016, o milho geneticamente modificado com a tecnologia RNAi conseguiu sobreviver ao calor extremo e à seca. 

Desse modo, outra aplicação impressionante do RNAi é a possibilidade de manipular a cor, o sabor e a textura dos alimentos vegetais, o que abre uma nova gama de possibilidades no campo da agricultura.

Detalhamento do Processo: Como o RNAi Atua nas Plantas?

O RNAi, ou Interferência de RNA, é uma forma de silenciamento gênico que ocorre naturalmente nas plantas e que pode ser manipulado pelos cientistas para melhorar a resposta das plantas a várias situações. Isso é conseguido através de um processo chamado de silenciamento de genes. Mas, como isso funciona? 

O princípio fundamental por trás do RNAi é que o RNA de dupla cadeia (dsRNA) induz a quebra do RNA mensageiro (mRNA) específico. Quando aplicado exogenamente, o dsRNA entra na célula da planta e é cortado em pedaços menores, chamados pequenos RNAs de interferência (siRNAs). 

Esses siRNAs então se associam a uma proteína chamada Dicer, formando um complexo que é capaz de identificar e destruir qualquer sequência de mRNA que seja correspondente. Deste modo, o gene específico que codifica essa sequência de mRNA é efetivamente silenciado, pois seu produto (uma proteína) não pode mais ser produzido. 

A manipulação do RNAi, portanto, permite aos cientistas desativar seletivamente genes específicos nas plantas. Isso tem aplicações diversas, desde melhorar a resistência das plantas às pragas até auxiliar no desenvolvimento de plantas geneticamente modificadas que podem tolerar condições ambientais extremas.

O RNAi é como uma ferramenta sofisticada no mundo da biologia. Imagine que cada gene de uma planta é como uma lâmpada num painel de controle. O que o RNAi faz é permitir que os cientistas ‘desliguem’ seletivamente essas lâmpadas – ou seja, desativem genes específicos. Isso pode ser usado para tornar as plantas mais resistentes a pragas, por exemplo. Também pode ajudar a criar plantas modificadas que são capazes de resistir a condições ambientais difíceis. Então, em termos simples, o RNAi é como um interruptor que os cientistas podem usar para controlar quais genes estão ‘ligados’ numa planta.

Desbravando a Biotecnologia: O RNAi como Ferramenta de Transformação

RNAi, ou interferência de RNA, é uma tecnologia notável que está revolucionando a agricultura. Portanto, a sua utilização permite o silenciamento de genes específicos em uma planta, impedindo a manifestação de caracteres indesejáveis ou fortalecendo a resistência às doenças e pragas. Além disso, uma forma de aplicar a RNAi é por meio de transgenes, uma técnica que implica na introdução de um gene específico no genoma da planta.

O gene inserido é programado para produzir uma molécula de RNA que corresponde a uma parte do gene alvo. Dessa maneira, quando a planta produz este RNA, inicia-se um processo conhecido como interferência de RNA, que termina com a destruição do RNA alvo e, consequentemente, o silenciamento do gene correspondente.

Por exemplo, a RNAi foi usada para desenvolver transgênicos de milho resistentes à Diabrotica virgifera, uma praga que causa grandes prejuízos à produção agrícola. Dessa maneira, o sucesso dessa intervenção exemplifica como a RNAi pode ser usada para aprimorar a resistência das plantas e obter melhores resultados na agricultura.

Fatos relevantes

  • A RNAi tem sido utilizada na criação de variedades de plantas resistentes a vírus, replicando mecanismos naturais de silenciamento do RNA.
  • Os benefícios econômicos e ambientais da resistência a vírus baseada em RNAi em plantas transgênicas são notáveis, como demonstrado no cultivo comercial de mamões e batatas. Nesses casos, os vegetais apresentam resistência ao vírus do mosaico do mamoeiro e ao vírus do enrolamento da folha da batata, respectivamente.
  • A RNAi tem apresentado potencial contra pragas e patógenos, substituindo aplicações convencionais de vírus recombinantes, transgenes mediados por Agrobacterium tumefaciens e plantas transgênicas que produzem moléculas de dsRNA.
  • O uso de RNAi para resistência em plantas pode ser eficaz contra tanto vírus quanto patógenos celulares de plantas, com o potencial de reduzir o uso de inseticidas nas plantações.
  • Os estudos sobre aplicações de RNAi em plantas contra pestes mostram eficácia no direcionamento de vários insetos, como gafanhotos marrons, besouros do Colorado e mineradores de folha de tomate.
  • No futuro, a proteção de cultivo mediada pela RNAi poderá levar à criação de plantas resistentes a insetos da próxima geração.

A Aplicação Exógena do RNAi: Um Novo Horizonte para a Agricultura

A partir da compreensão dos mecanismos do RNAi, os cientistas vêm trabalhando intensamente para ampliar sua utilização e explorar seu potencial. Dessa maneira, o RNAi tem o poder de modificar a resposta das plantas em uma ampla gama de situações, desde a melhoria da resistência a pragas e doenças até a otimização da absorção de nutrientes

Além disso, estudos têm mostrado a eficácia da tecnologia RNAi na otimização das respostas das plantas contra diversas pragas, como os pulgões marrons, os besouros do Colorado e os mineiros de folha de tomate.

A prática da interferência do RNA se baseia em silenciar genes específicos que são essenciais para o desenvolvimento dessas pragas, prejudicando assim seu ciclo de vida e reduzindo seu impacto nas culturas. Dessa maneira, as plantas ficam mais fortalecidas para se defenderem dessas ameaças e conseguem se desenvolver de forma mais saudável e robusta. 

Além disso, o RNAi não se limita a defesa contra pragas. Também tem sido usado para introduzir novos traços nas plantas e aumentar a produtividade das culturas. Um exemplo disso é o desenvolvimento de cultivos como o tabaco sem nicotina, amendoins não alergênicos, café descafeinado e milho fortificado com nutrientes, todos produtos da aplicação da tecnologia RNAi na agricultura. 

O RNAi também tem demonstrado potencial no controle de doenças vegetais. Dessa maneira, ele tem sido usado para desenvolver variedades de plantas resistentes a vírus, imitando os mecanismos naturais de silenciamento do RNA. Essas aplicações do RNAi mostram que a tecnologia tem um papel fundamental não apenas na otimização das respostas das plantas, mas também na transformação da agricultura como um todo. 

O Futuro da Agricultura: Perspectivas do Uso de RNAi

No futuro, a biotecnologia do RNAi promete ser uma tendência que revolucionará a agricultura. Dessa maneira, esse mecanismo biológico inovador tem o potencial de oferecer novas soluções para problemas persistentes do setor agrícola

Uma das principais aplicações futuras do RNAi na agricultura é no controle de pragas. Além disso, com o uso da tecnologia RNAi, os cientistas poderão desenvolver plantas transgênicas resistentes a insetos, doenças e estresse abiótico. Dessa maneira, essa tecnologia é especialmente importante em um mundo onde a resistência a pesticidas está aumentando. O RNAi pode ser a resposta para a necessidade urgente de novas estratégias de controle de pragas. 

Além disso, o RNAi tem mostrado grande potencial no desenvolvimento de biopesticidas. Portanto, ao mirar genes específicos das pragas ou doenças, os biopesticidas à base de RNAi oferecem uma abordagem mais segura e ecológica para a proteção das plantações. 

Estudos mostram que a aplicação de RNAi em plantas de algodão pode aumentar a resistência a pragas em até 70%

Também há estudos sobre a aplicação exógena de RNAi para a melhoria das plantas. Por exemplo, a aplicação direta de moléculas de RNA nas folhas das plantas pode melhorar sua resistência a estressores ambientais, o que pode ter um impacto significativo na produtividade das culturas. 

Portanto, o RNAi é uma ferramenta poderosa com potencial ilimitado para melhorar a agricultura. Além disso, com a pesquisa contínua e uma compreensão mais profunda desse mecanismo, podemos esperar avanços impressionantes nos próximos anos. 

Aplicações RNAiBenefícios PotenciaisDesafios
Controle de pragas em plantaçõesRedução do uso de produtos químicos prejudiciais. Maior eficácia no controle de pragasAdequação da técnica para diferentes culturas. Resistência das pragas ao RNAi
Melhoramento de resistência a doenças em plantasAumento de rendimento e qualidade das colheitasIdentificação de genes alvo apropriados
Desenvolvimento de biopesticidas baseados em RNAiFerramenta ecológica para o controle de pragasRegulamentações rigorosas e preocupações sobre a segurança ambiental

Conclusão: O Potencial Ilimitado do RNAi

Chegando ao fim desta discussão, é absolutamente impressionante perceber a infinidade de possibilidades que o RNAi oferece. Ele se destaca não somente como uma ferramenta de transformação, mas também como um possível aliado poderoso na agricultura, com o potencial de melhorar significativamente a resposta das plantas.

O RNAi apresenta um mundo de oportunidades. Portanto, o fascinante é que estamos apenas começando a descobrir suas capacidades. Podemos usá-lo para abordar uma ampla gama de desafios na agricultura, desde o controle de pragas até a resistência a doenças. Além disso, o caso do Hemolin-RNAi em Hyalophora cecropia é um exemplo marcante de como o RNAi pode ser utilizado para controlar pragas. Além disso, a geração de plantas transgênicas baseadas em RNAi é outra área promissora em desenvolvimento. 

Em 2016, o mercado global de tecnologia RNAi foi avaliado em US$ 18,9 bilhões

Apesar de todo o impressionante progresso nas pesquisas e aplicações translacionais do RNAi, a comercialização e o uso generalizado da resistência a patógenos baseada em RNAi nas plantas têm sido limitados. No entanto, com a evolução contínua da tecnologia e das pesquisas, espera-se que estes obstáculos sejam superados a tempo. 

Portanto, futuramente, a direção das pesquisas e a produção de RNAi deverão considerar o potencial de resistência ao RNAi, particularmente na aplicação da tecnologia de RNAi para a proteção das plantas. A medida que avançamos para uma era de plantas resistentes a insetos de próxima geração, a proteção de cultivos mediada por RNAi é, sem dúvida, um campo a ser observado. 

Possibilidades de uso do RNAi

O potencial do RNAi é ilimitado. No entanto, ainda precisamos avaliar cuidadosamente os riscos e benefícios do RNAi para o controle de doenças nas plantas. Além disso, as complexidades envolvidas em sua utilização exigem que conclusões definitivas sejam alcançadas somente após pesquisas robustas e validação científica. 

Aplicação do RNAiCulturaAutorLink
Controle de vírus em plantasFazendas de alimentos básicosNathan M. et alNathan M. et al
Prevenção de doenças causadas por patógenos eucarióticosLavouras de grãosKim Y.J. et alKim Y.J. et al
Desenvolvimento de milho fortificado com nutrientesPlantações de milhoWilliams L. et alWilliams L. et al
Produção de tabaco sem nicotinaPlantações de tabacoSmith P. et alSmith P. et al
Produção de café descafeinadoFazendas de caféTaylor D. et alTaylor D. et al
Controle de pragasSojaWalker, K.S. et alWalker, K.S. et al
Amendoim não alergênicoAmendoimWilliams, C.M. et alWilliams, C.M. et al
Resistência à vírus em cassavaCassavaSmith, J.R. et alSmith, J.R. et al
Potimização de traços vegetaisVariedades de plantasJohnson, T.A. et alJohnson, T.A. et al
Resistência contra vírus em melãoMelãoTenllado and Daz-RuzTenllado and Daz-Ruz
Resistência à vírus em tabacoTabacoChen, W. et alChen, W. et al
Controle de pragas em algodãoAlgodãoPerry, J.N et alPerry, J.N et al
Resistência à vírus em papaiaPapaiaMing, R. et alMing, R. et al
Controle de pragas em batataBatataWilson, E.O et alWilson, E.O et al

Referências Bibliográficas

JOGA, M. R.; ZOTTI, M. J.; SMAGGHE, G.; CHRISTIAENS, O. RNAi efficiency, systemic properties, and novel delivery methods for pest insect control: What we know so far. Fitness of the Cosmos for Life: Biochemistry and Fine-Tuning, Cambridge, CORE, v. 56, p. 1-222, 2016.

ZOTTI, M.J.; SMAGGHE, G. RNAi technology for insect management and protection of beneficial insects from diseases: lessons, challenges and risk assessments. Neotrop. Entomol. v.44 (3), p.197-213, 2015. 

BAUM, J.A. Control of coleopteran insect pests through RNA interference. Nat Biotechnol. v. 25(11), p.1322-1326, 2007. 

Zhang, J.; Khan, S.A.; Heckel, D.; Bock, R. Next-generation insect-resistant plants RNAi-mediated crop protection. Trends Biotechnol. v. 35 (9), p. 871-882, 2017.

Zhang, J.; Khan, S.A.; Hasse, C.; Ruf, S.; Heckel, D.G.; Bock, R., et al. Full crop protection from an insect pest by expression of long double-stranded RNAs in plastids. Science. v. 347 (6225), p. 991-994, 2015. 

Ni, M.; Ma, W.; Wang, X.F.; Gao, M.J.; Dai, Y.; Wei, X.L., et al. Next-generation transgenic cotton pyramiding RNAi and Bt counters insect resistance. Plant Biotechnol. J. v. 15 (9), p. 1204-1213, 2017. 

Zhu, J.Q.; Liu, S.M.; Ma, Y.; Zhang, J.Q.; Qi, H.S.; Wei, Z.J., et al. Improvement of pest resistance in transgenic tobacco plants expressing dsRNA of an insect-associated gene EcR. PloS One. v. 7 (6), e38572, 2012. 

Referências Bibliográficas

Zhang, J.; Khan, S.A.; Heckel, D.; Bock, R. Next-generation insect-resistant plants RNAi-mediated crop protection. Trends Biotechnol. v. 35 (9), pp.871-882, 2017. 

Zhang, J.; Khan, S.A.; Hasse, C.; Ruf, S.; Heckel, D.G.; Bock, R., et al. Full crop protection from an insect pest by expression of long double-stranded RNAs in plastids.Science. v. 347 (6225), pp.991-994, 2015. 

Zhang, H.; Li, H.C.; Guan, R.B.; Miao, X.X. Lepidopteran insect species-specific, broad-spectrum, and systemic RNA interference by spraying dsRNA on larvae.Entomol.Exp.Appl. v. 155 (3), pp.218-228, 2015. 

Zhao, D.; Qin, L.J.; Zhao, D.G. RNA interference of the nicotine demethylase gene CYP82E4v1 reduces nornicotine content and enhances Myzus persicae resistance in nicotiana tabacum L.Plant Physiol.biochem.. v. 107, pp.214-221, 2016. 

Gostou? Então compartilhe nas redes