fbpx
Resido Cana-de-Açúcar

Resíduos de Cana-de-açúcar no manejo de solo.

O manejo de solo da cana-de-açúcar é fundamental para alcançar um alto desempenho no canavial. Apresentamos alguns pontos importantes neste texto.

Entende-se como manejo de solo toda atividade aplicada ao sistema solo-planta, com o intuito de aumentar a produtividade agrícola e provocar o menor impacto ambiental possível.

Quanto ao manejo de solo em cana-de-açúcar, o solo é submetido à cultivos intensivos, tendendo a perder a sua estrutura original, diminuindo a quantidade de macroporos que influenciam na retenção e disponibilidade de água necessários para o desenvolvimento da planta.

Assim, as práticas de manejo de solo devem levar em consideração a atenuação ou a eliminação dos fatores limitantes ao bom desenvolvimento da cultura.

A adoção de sistemas de cultivo que aumentem o teor de matéria orgânica do solo contribuem para o aumento da formação e estabilidade de agregados que favorecem a qualidade do solo.

A dinâmica da matéria orgânica no solo em cana-de-açúcar

A matéria orgânica do solo é constituída por compostos de carbono orgânico em diferentes graus de associação a partir da decomposição de resíduos vegetais e animais juntamente com as fases minerais do solo. Como resultado das forças de aproximação e cimentação de partículas orgânicas e minerais no solo, ocorre o processo de agregação do solo.

O carbono orgânico do solo é considerado o principal agente que contribui na estabilização de agregados no solo e com isso a matéria orgânica é um fator importante na agregação do solo pois atua como agente cimentante formando complexos que favorecem a estruturação do solo e a disponibilidade de nutrientes para a planta de acordo com a atividade biológica do solo.

No setor sucroenergético, notamos que as usinas estão aprimorando a utilização dos subprodutos derivados dos processos industriais pelos quais a cana-de-açúcar é submetida para a geração de açúcar e etanol como por exemplo a vinhaça e a torta de filtro. Existem diversos estudos que comprovam os resultados benéficos obtidos na produtividade agrícola associado à economia dos adubos minerais e alterações positivas nos atributos físicos, químicos e biológicos do solo.

Utilização de resíduos na lavoura

O Brasil é considerado o país mais desenvolvido em relação à utilização de resíduos da indústria nos canaviais. 

Vinhaça

A vinhaça é um resíduo líquido, escuro, rico em matéria orgânica e nutrientes e é utilizada principalmente nas soqueiras, devido à época em que é produzida na agroindústria, fornecendo principalmente K2O e parte do nitrogênio necessários à cana. 

A origem deste material pode ser derivado da produção de álcool ou da fermentação do melaço, resíduo da fabricação do açúcar.

A produção de álcool pode gerar, a cada litro, entre de 10 a 13 litros de vinhaça, podendo variar conforme a origem do material vegetal, de acordo com a Embrapa. Já a vinhaça proveniente da fermentação do caldo de cana possui uma diferença em maiores concentrações de componentes minerais. 

Composição química de vinhaças conforme o tipo de mosto.
(1) DBO: Demanda bioquímica de oxigênio.
(2) DQO: Demanda química de oxigênio.
Fonte: Marques (2006).

Nas unidades agroindustriais de produção de cana-de-açúcar, a vinhaça é aplicada nas áreas cultivadas, possibilitando além do destino ao efluente gerado, o aumento no teor de água e minerais do solo.

   Aplicação de vinhaça via fertirrigação na cultura da cana-de-açúcar. Fonte: Revista Rpa    News.
   Aplicação de vinhaça via fertirrigação na cultura da cana-de-açúcar. Fonte: Revista Rpa    News.

A aplicação de vinhaça em doses adequadas pode oferecer muitas vantagens com :

  • melhoria das propriedades físicas, químicas e biológicas do solo;
  • aumento da matéria orgânica e microflora do solo;
  • facilita a mineralização do nitrogênio;
  • melhoria nas condições gerais de fertilidade do solo;
  • aumento do poder de retenção de água;
  • aumento da produtividade da cana.

Fonte : O USO ADEQUADO DE SUBPRODUTOS DA AGROINDÚSTRIA SUCROALCOOLEIRA, TOLFO et all.

Torta de Filtro

A torta de filtro também apresenta alto teor de fósforo, cálcio e micronutrientes proporcionando além da reutilização sustentável desses subprodutos, a redução do impacto ambiental e diminuição de custos durante a produção. A forma mais destinada para o uso deste subproduto, é através da fertirrigação ou lançamento direto na vala onde ocorre o plantio. 

Aplicação de torta de filtro em soqueira na cana de açúcar. Fonte Cana online. canaonline.com.br

Os componentes orgânicos presentes na torta de filtro e na vinhaça trazem alguns benefícios à cana-de-açúcar quando aplicada na plantação como fertilizante, diminuindo os impactos de lixiviação dos minerais, influenciando em uma melhor capacidade de retenção de água e dessa forma proporcionando condições físicas, químicas e biológicas para o solo.

Conclusão

A utilização dos resíduos da indústria da cana-de-açúcar é uma saída econômica que pode ajudar a minimizar custos de produção, quando tais opções são exploradas de forma consciente e com o devido alinhamento técnico de cada forma de uso.

Vimos neste texto que as opções entre torta de filtro e vinhaça, por exemplo, podem ser utilizadas para o solo pois, um solo bem estruturado, com manutenção de matéria orgânica e quantidade de nutrientes adequada para o desenvolvimento da cana, são fatores-chaves na determinação de altas produtividades e melhoria do sistema solo-planta na cultura da cana-de-açúcar.

Elaboração do artigo: Yasmin Uchino Orioli, Equipe Agrotécnico , Engenheira Agrônoma pela Unesp Jaboticabal, atualmente no Centro de Inovação Tecnológica da Fertiláqua.

Gostou do texto? Tem mais dicas sobre especialização no agro? Adoraria ver o seu comentário abaixo!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.