fbpx
solo argiloso

Solo argiloso: Como manejar para altas produtividades

Solo argiloso: o que é, qual a textura, principais características e manejos diferenciados para este tipo de solo.

Dentre as práticas de produção agrícola, o manejo do solo é umas das fases essenciais para garantir a produtividade da lavoura.

Mas, como fazer isso de uma forma eficiente e correta para cada tipo de solo?

No texto de hoje, separamos para você algumas informações que serão úteis na hora de manejar os solos classificados como argilosos.

Qual é a textura do solo argiloso?

Essa é uma das principais perguntas que aparecem quando estamos falando de solos argilosos. 

A textura do solo refere-se à proporção de argila, silte e areia. 

A argila é a fração que tem maior superfície específica, pois o diâmetro das suas partículas é menor que 0,002 mm.

  • Argila: partículas de diâmetro < 0,002 mm; 
  • Silte: partículas de diâmetro entre 0,002 a 0,02 mm; 
  • Areia fina: partículas de diâmetro entre 0,02 a 0,2 mm;
  • Areia grossa: partículas de diâmetro entre 0,2 a 2,0 mm.

Quando classificamos um solo, utilizamos o teor de argila. Assim, um solo de textura argilosa possui teor maior que 35% de argila.

  • Textura arenosa: teor de argila entre 0 e 15%;
  • Textura média: teor de argila entre 15 e 35%;
  • Textura argilosa: teor de argila entre 35 e 60%;
  • Textura muito argilosa: teor de argila acima de 60%.

Portanto, um solo de textura argilosa terá mais de 60% de argila.

Como saber se o solo é argiloso?

Quando você faz a análise física do solo, essa informação virá com o teor de argila, silte e areia.

Se você quiser ser mais específico em relação à textura do seu solo, você pode classificá-lo de acordo com o triângulo textural.

Nele você irá fazer três retas de acordo com o teor de argila, silte e areia da sua análise de solo.

O ponto de intersecção irá lhe mostrar a classe textural do seu solo. O triângulo textural está representado na figura abaixo. 

Triângulo textural para a classificação do solo.
Fonte: QUOOS.

Umidade do solo argiloso

Um solo de textura argilosa, por apresentar menor quantidade de macroporos, tende a ter menor infiltração de água em seu perfil, porém, devido a elevada quantidade de microporos, tende a armazenar mais água.

Assim, solos que têm baixo teor de argila estão associados com baixa capacidade de água disponível (CAD).

Entretanto, nem sempre alto teor de argila reflete a elevada capacidade de água disponível. 

Isso porque um Latossolo com alto teor de argila pode apresentar baixa capacidade de água disponível no solo, pois irá depender de outros fatores como a microagregação da argila.

Fonte: Earthlok

Qual a importância de saber se o solo é argiloso?

Conhecer a classe textural do solo ajudará você a acertar nas decisões na lavoura.

Isso porque a textura do solo interfere diretamente no grau de compactação, na disponibilidade de água, na capacidade de troca de cátions, na dose de gesso e de herbicidas.

Principais práticas de manejo do solo 

No geral, os solos argilosos possuem algumas características em comum:

  • Maior porosidade e microporosidade;
  • Maior CTC (capacidade de troca de cátions);
  • Menor lixiviação;
  • Maior densidade;
  • Menor aeração;
  • Drenagem mais lenta;
  • Menor resistência à compactação;
  • Menor erosão.

Solo argiloso e a fertilidade 

Como vimos, dentre as características dos solos argilosos está a maior CTC.

Assim, solos argilosos vão precisar de maiores quantidade de calcário para neutralizar a acidez. 

Isso porque, estes solos têm maior poder tampão, o que significa que são mais resistentes à mudança de pH.

A aplicação de gesso, por exemplo, vai ser diferente em solos argilosos e arenosos. 

O uso de gesso agrícola depende da sua análise de solo, de acordo com as características físicas e químicas do solo, nas camadas subsuperficiais do (20 a 40 cm e 30 a 60 cm). 

A decisão de aplicar gesso é feita quando a saturação por Al3+ for maior que 30% ou o teor de cálcio for menor que 0,4 cmolc/dm3 de solo.

Assim, definida a aplicação de gesso, resta saber a dose, e isso vai ser diferente de acordo com a textura do seu solo.

  • Textura arenosa: 0 a 0,4 t/ha;
  • Textura média: 0,4 a 0,8 t/ha;
  • Argilosos: 0,8 a 1,2 t/ha;
  • Muito argilosos: 1,2 a 1,6 t/ha.

Solos argilosos e a aplicação de herbicidas

O teor de argila influencia na dose de herbicida que vamos aplicar, quando o alvo é o banco de propágulos de plantas daninhas no solo.

No geral, tem-se que quanto maior o teor de argila, maior é a dose do herbicida aplicado ao solo.

Entretanto, lembre-se de olhar o teor de matéria orgânica, pois ela também irá influenciar na dose.

Para a escolha da dose de herbicida devemos levar em consideração o teor de argila e de matéria orgânica do solo.

Solo argiloso e a compactação

A compactação é o processo de aumento da densidade do solo e, ocorre quando acontece:

  • Aumento da resistência do solo;
  • Redução da permeabilidade do solo;
  • Redução da porosidade;
  • Redução da disponibilidade de água e de nutrientes.
Fonte: Boudewijn

O equilíbrio das fases sólida, líquida e gasosa do solo pode ser alterado pela ação da chuva, seca ou movimentação das máquinas.

A pressão exercida no solo com as máquinas gera uma movimentação das partículas sólidas e líquidas, e como consequência tem-se a redução no volume.

Em solos argilosos a tendência à compactação é maior, o que acaba contribuindo para maior erosão, menor infiltração de água e redução no desenvolvimento da raiz.

Para reduzir a compactação algumas medidas podem ser tomadas como:

  • Usar implementos adequados;
  • Usar, quando possível, tratores menores e de menor peso;
  • Evitar entrar com a máquina em solo encharcados;
  • Reduzir o tráfego de veículos na área, para isso opte pelo carreador;
  • Plantio direto.

O plantio direto ajuda a evitar a compactação do solo, pois não serão mais utilizados equipamentos como o arado e a grade.

O arado e a grade, quando usados da forma incorreta, contribuem para a compactação do solo.

Além disso, com o plantio direto será adicionada matéria orgânica em superfície, haverá redução no tráfego de máquinas e na mobilização do solo.

Conclusão

No texto de hoje você aprendeu sobre a importância de conhecer a textura do solo.

O solo argiloso possui algumas características que o difere dos demais na sua classificação.

Saber se o seu solo é argiloso vai lhe ajudar na hora de decidir sobre as práticas culturais que você vai realizar na sua área.

Gostou do texto? Tem mais dicas sobre solo argiloso? Adoraria ver o seu comentário abaixo!

Elaboração do artigo: Ana Lígia Giraldeli, Redatora Emergir, engenheira Agrônoma pela UFSCar, mestra em Agricultura e Ambiente pela mesma instituição. Doutora em Fitotecnia (USP/ESALQ) e especialista em Agronegócios. Atualmente professora da UNIFEOB.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.