fbpx
Deficiencia nutricional

Deficiência nutricional em plantas: Como identificar

Deficiência nutricional em plantas: entenda o que é e como reconhecer os principais sintomas!

A nutrição de plantas é peça chave para o sucesso da lavoura.

Por isso, entender quando algum elemento está em falta é fundamental. Separamos algumas informações que vão te ajudar a identificar a deficiência nutricional na lavoura.

Se você ainda é um estudante, com certeza isso vai ser útil no futuro para suas recomendações. Se você é agrônomo ou produtor, esse conteúdo poderá lhe auxiliar na tomada de decisão. 

Por isso, confira agora o que separamos e entenda mais sobre deficiência nutricional em plantas. Aproveite!

O que é deficiência nutricional em plantas?

Para entender o que é a deficiência nutricional precisamos relembrar o conceito de  nutrientes.

Um nutriente é um elemento mineral presente no solo que pode ser absorvido pelas plantas e ser utilizado em diversas funções no metabolismo da cultura. 

Desta forma, a deficiência nutricional é a ausência ou limitação no fornecimento de um nutriente, que influencie nas atividades essenciais do metabolismo da cultura. 

Essa deficiência, normalmente é avaliada pela diagnose visual.

Diagnose visual

A diagnose visual consiste na avaliação visualmente do aspecto de uma planta, comparando características como coloração, tamanho ou forma, observando a possíveis alterações na cultura.

Esta avaliação pode ser feita observando a planta como um todo, seus ramos ou suas folhas, porém geralmente os sintomas são mais perceptíveis nas folhas dos cultivos. 

Pois nas folhas ocorrem importantes processos metabólicos da planta e elas são muito sensíveis a variações nutricionais. 

De modo geral, o método de diagnose visual consiste na identificação de padrões de sintomas relacionados a função do nutriente na planta. 

Deste modo podemos identificar se um nutriente está em falta ou excesso!

Um ponto importante a se observar é que o metabolismo de uma planta é como uma grande fábrica com vários departamentos, onde um depende do outro para funcionar e se algum departamento trabalhar menos ou excessivamente o outro pode ser muito afetado. 

Assim entender a função dos nutrientes nas plantas, seu comportamento e mobilidade é muito importante, para a correta interpretação dos sintomas visuais. 

Redistribuição dos nutrientes e os órgãos onde os sintomas de deficiência ocorrem primeiro
Redistribuição dos nutrientes e os órgãos onde os sintomas de deficiência ocorrem primeiro
(Fonte: Valdemar Faquin)
Fonte: Maiara Franzoni em Aegro

Por isso, separamos algumas características importantes para você realizar a identificação da deficiência nutricional, confira!

Deficiência nutricional: principais características

Nitrogênio

O nitrogênio é um nutriente fundamental para o crescimento e estabelecimento da cultura, estando presente em inúmeras atividades vitais para as plantas.

Sua ausência pode refletir em menor crescimento e desenvolvimento das culturas e consequentemente menores produtividades.

Na prática, a deficiência de nitrogênio pode ser verificada pela coloração verde-clara das folhas.

Que inicialmente ocorrem nas folhas mais velhas (por ser móvel) e podem evoluir para uma clorose.

Esses sintomas, iniciam-se da ponta do limpo e gradualmente vão se expandindo em direção a bainha e somente em seguida para as laterais.

Conforme a evolução do sintomas, em casos mais extremos as folhas podem ficar totalmente cloróticas.

Ainda, a cultura pode apresentar crescimento reduzido.

Potássio

O potássio é essencial para a ativação de inúmeras enzimas, turgência celular e está diretamente ligado com a fotossíntese. 

Assim como o nitrogênio, sua ausência pode influenciar negativamente no crescimento e desenvolvimento das plantas.

Para você visualizar os sintomas de deficiência nas folhas mais velhas (por ser móvel).

São observados manchas amareladas a partir das bordas, muitas vezes com aparência clorótica, podendo chegar até a necrose.

Pode-se observar redução no crescimento das plantas, maturação desuniforme e até mesmo em plantas leguminosas presença de grãos pequenos e chochos. 

Fósforo

O fósforo é um componente vital para as plantas, está presente em diversos processos como armazenamento e transferência de energia.

Quando uma cultura apresenta deficiência de fósforo certamente apresentará limitação em sua produtividade.

Por ser um elemento móvel na planta, seus sintomas irão aparecer em folhas mais velhas.

Seu primeiro sintoma, é o retardamento do crescimento da cultura.

Seguido pela alteração de coloração das folhas, pouco brilho, em que as folhas podem ficar até rígidas.

Um exemplo clássico é o milho, que em caso de deficiência apresenta coloração arroxeada, isso ocorre devido ao favorecimento na produção de antocianina (pigmento roxo vegetal).

Micronutrientes

Apesar de requeridos em pequenas quantidades, os micronutrientes são essenciais para o bom funcionamento da cultura.

São responsáveis por inúmeros processos vitais das plantas.

Separamos para você informações sobre deficiência dos principais micronutrientes:  zinco, manganês e boro.

Zinco

É um micronutriente importante em diversos processos entre eles a  formação de enzimas e integridade da parede celular. 

Ele é pouco móvel e seus sintomas de deficiência aparecem nas folhas novas.

Observe a presença de faixas brancas ou no caso da soja por exemplo internódios encurtados.

Manganês 

Nas plantas esse nutriente atua na ativação de enzimas de crescimento e na formação de clorofila.

Para você identificar os sintomas fique atento a coloração das folhas das mais novas, que em casos mais severos pode refletir em clorose. 

Cuidado, pois esse sintoma pode ser confundido com o de ferro.

Boro

Esse nutriente regula o metabolismo das plantas e auxilia na formação da parede celular.

É considerado imóvel nas plantas e seus sintomas aparecem nos meristemas e folhas novas.

Os principais sintomas são a alteração na coloração das folhas, podendo ocorrer clorose e em casos mais graves necrose.

Cada cultura pode apresentar uma característica,em banana por exemplo, podemos observar inclusive o enrolamento das folhas para dentro.

Sintomas de deficiência nutricional em plantas
Sintomas de deficiência nutricional em plantas
Fonte: Ecoagri

Para confirmar uma diagnose visual de deficiência o mais indicado é realizar uma análise foliar  da cultura. 

Com a análise foliar, além de identificar com exatidão o elemento causador dos sintomas pode-se observar o balanço geral dos nutrientes na planta, entendendo inclusive se o problema não é decorrente de excesso de outro nutriente. 

Caso se confirme a deficiência nutricional de um cultivo, a medida mais rápida a ser tomada é aplicação foliar de fertilizantes, podendo melhorar a produtividade daquela safra. 

Após isso recomenda-se a correção dos solo por meio das informações de uma boa análise de solo e de folhas. 

A deficiência nutricional pode acarretar em perdas consideráveis de produtividade, por isso realizar um manejo adequado é de extrema importância. 

Mostramos neste artigo o que é deficiência nutricional, como identificar e os principais sintomas em plantas.

Espero que com essas informações você consiga identificar possíveis deficiência na lavoura.

Você já conhecia os principais sintomas da deficiência nutricional em plantas?  Ficou com alguma dúvida? Deixe seu comentário abaixo!

Elaboração do artigo: Rayssa Fernanda dos Santos

Redatora Emergir, engenheira Agrônoma pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), mestre em Fitotecnia pela ESALQ/USP. Especialista em Marketing pela mesma instituição. Atualmente, doutoranda em Agronomia pela Universidade Estadual de Maringá (UEM), com ênfase em produção vegetal.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.