fbpx
Boro nas plantas

Boro nas plantas: funções e formas de aplicação

O boro é um micronutriente considerado essencial para as plantas.

Por isso, separamos alguns tópicos que vão te ajudar a entender mais sobre a atuação do boro nas plantas e como ele é fundamental para o sucesso da lavoura. 

Se você ainda é um estudante, com certeza isso vai ser útil no futuro para suas recomendações. Se você é agrônomo ou produtor, esse conteúdo poderá lhe auxiliar na tomada de decisão. 

Por isso, confira agora o que separamos e entenda mais sobre boro nas plantas. Aproveite!

Qual a importância do Boro para as plantas?

O boro é um micronutriente considerado essencial para desenvolvimento das plantas.

Mas para que serve o boro?

O boro atua em diversos processos como a divisão celular, transporte de açúcares e metabolismo de carboidratos, formação de novos tecidos, absorção de água, crescimento do tubo polínico e até mesmo na germinação do pólen.

Apesar de sua exigência ser pequena quando comparado com um macronutrientes como fósforo e nitrogênio, sua  falta pode ocasionar problemas graves como paralisia dos meristemas apicais que podem refletir em má formação dos grãos por exemplo.

Você sabia que a presença desse micronutriente pode influenciar pegamento das flores?

Isso mesmo, por isso é muito importante que não falte boro nas fases iniciais da cultura, principalmente próximo a fase reprodutiva.

Por isso, separei algumas informações sobre onde você pode encontrar o boro, como identificar deficiência desse micronutriente e as principais formas de aplicação, confira! 

Boro nas plantas: deficiência e excesso

O Boro é uma micronutriente aniônico que pode se encontrado no solo de duas formas, ácido bórico em condições de solo com pH neutro ou pouco ácido ou borato em condições de solo mais ácido. 

É absorvido principalmente pelas raízes.

E sua disponibilidade é influenciada pelo pH do solo e pela presença de matéria orgânica.

Esse micronutriente é considerado imóvel nas plantas e seus sintomas aparecem nos meristemas e folhas novas.

Dentre os principais sintomas da falta de boro nas plantas estão:

  • Redução de deformação do crescimento;
  • Diminuição da área foliar;
  • Acúmulo de substância nitrogenadas em partes da plantas (principalmente em folhas mais velhas);
  • Crescimento reduzido das raízes;
  • Diminuição da resistência às infecções;
  • Diminuição da concentração de clorofila;
  • Abortamento floral;
  • Fenda em ramos, pecíolos, folhas e frutos;
  • Deformação de frutos;
  • Morte da gema apical;
  • Alteração na coloração das folhas.

Contudo, fique atento cada cultura pode apresentar uma característica específica, por isso para confirmar a deficiência é fundamental realizar a análise foliar.

Deficiência de boro em morango
Deficiência de boro em morango
 (Fonte: Laborsolo Academy)

Principais culturas que sofrem com a deficiência de boro

Dentre as principais culturas que sofrem desse micronutriente estão:

  • Morango
  • Uva
  • Algodão
  • Milho
  • Cana-de-açúcar
  • Leguminosas em geral
  • Laranja
  • Limão
  • Verduras em geral

Por isso, fique atento aos sintomas de deficiência para não perder produtividade!

Boro nas plantas: excesso

Já o excesso de boro pode ocasionar o amarelecimento total das plantas.

O sintoma mais característico é a clorose, que pode chegar a necrose das bordas das folhas mais velhas.

Contudo, de modo geral o excesso desse micronutriente pode ocasionar prejuízos na lavoura.

Excesso de boro na cultura da soja 
(Fonte: Esalq)

Confira agora, as formas de aplicação de boro nas plantas!

Formas de aplicação de boro nas plantas

Antes de fazer a aplicação de boro nas plantas é importante que se faça uma boa análise de solo, verificando os níveis deste micronutriente.

Além de uma boa análise foliar, ajuda a compreender quanto de boro disponível no solo está realmente sendo absorvido pela planta.

É importante realizar as duas análises em conjunto para entender o balanço nutricional da sua cultura, pois o excesso ou falta de um nutriente pode prejudicar a absorção de boro assim como ao contrário. 

Por exemplo, a falta de Boro pode prejudicar a absorção de cálcio, então caso veja sintomas de deficiência de cálcio, fique atento ao Boro também! 

As formas de aplicação do boro nas principais culturas agrícolas são via solo e via foliar, porém cada uma exigirá estratégias específicas para alcançar alta eficiência. 

Como boro é um micronutriente a quantidade necessária para as principais culturas anuais do Brasil gira em torno de 0,5 a 1,5 kg ha-1 para seu ciclo.

Por isso, o principal gargalo da aplicação via solo para boro é distribuição uniforme de uma pequena quantidade.

Assim, muitos produtores optam por utilizar formulados que já contenham o micronutriente em sua formulação. 

Quando recomendar aplicação via solo, muito cuidado com o excesso de boro que também pode ocasionar prejuízos ao cultivo (como visto anteriormente). 

Já na aplicação foliar, o principal empecilho é a mobilidade do micronutriente na planta, pois o mesmo não é móvel no floema. 

Assim uma importante estratégia é o parcelamento do boro durante o ciclo da cultura. 

Além disso, muitas formulações para aplicação de boro foliar são salinas e podem ocasionar queima das folhas caso aplicadas fora das condições recomendadas. 

Tome muito cuidado com a associação de produtos no tanque de pulverização, muitas formulações de boro elevam o pH da calda o que pode ser muito prejudicial na eficiência de herbicidas.  

Disponibilidade de nutrientes em função do pH do solo
Disponibilidade de nutrientes em função do pH do solo
(Fonte: Instituto Agro)

Quer saber mais sobre os assuntos de nutrição de plantas? Veja também mais sobre o nutriente magnésio e sobre fertilizantes foliares.

Conclusão

O boro é um dos micronutrientes essenciais para o crescimento e desenvolvimento correto das plantas.  

Mostramos neste artigo a importância do boro nas plantas, suas funções, sintomas de deficiência e excesso.

Você pode conferir ainda, as formas de aplicação desse micronutriente nas plantas e alguns cuidados que são fundamentais no momento da aplicação.

Espero que com essas informações você tenha entendido um pouco mais sobre o boro.

Você já conhecia a importância do boro para as plantas?  Ficou com alguma dúvida? Deixe seu comentário abaixo!

Elaboração do artigo: Henrique Fabricio Placido

Redator Emergir, engenheiro Agrônomo pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), mestre em Fitotecnia pela ESALQ/USP. Especialista em Gestão de Projetos pela mesma instituição. Atualmente, doutorando em Agronomia pela Universidade Estadual de Maringá (UEM), com ênfase em proteção de plantas.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.