fbpx
produtos para nutrição de plantas

Produtos para nutrição de plantas: quais são e como usá-los

Produtos para nutrição de plantas: importância, principais tipos, como utilizar para aumentar a produtividade da sua área e mais! 

O primeiro passo para um manejo nutricional adequado é entender as necessidade nutricionais das plantas e conhecer os produtos para nutrição, só assim você será assertivo em sua recomendação.

No mercado existem várias classes de produtos que auxiliam na nutrição das plantas, de maneira direta ou de maneira indireta, proporcionando melhores condições no solo. 

Entender quais são as diferentes classes de produtos para nutrição de plantas e suas características será fundamental para planejar o manejo nutricional de uma cultura. Para isso, separamos alguns tópicos que vão te ajudar muito no dia a dia no campo. 

Se você é agrônomo ou produtor, esse conteúdo poderá lhe auxiliar na tomada de decisão. Já se você ainda é um estudante, com certeza isso vai ser útil no futuro para sua vida profissional, e no presente para suas notas.

Por isso, confira agora o que separamos e entenda mais sobre os produtos para nutrição do solo. Aproveite!

Importância da nutrição de plantas

Quando analisamos a composição das plantas podemos observar uma distribuição desproporcional de elementos.

Pois a água, carbono, oxigênio e hidrogênio representam 99% da composição das plantas. Enquanto o nutrientes minerais representam apenas 1% de sua composição. 

Contudo, apesar de numericamente estar presente em pequenas quantidades, a presença deles é essencial para a existência das plantas.

O Prof. Dr. Hélio Grassi Filho (UNESP) afirma que:

São os nutrientes, que regulam o metabolismo da planta, que formam a base da produção vegetal para alimentar diretamente o homem ou o gado e, consequentemente, alimentar indiretamente o homem com proteína animal”.

Para o fornecimentos e reposição de nutrientes necessários para o desenvolvimento das plantas cultivadas pelo homem foram desenvolvidos diversos fertilizantes. 

Para uma melhor visualização da importância dos fertilizantes para a humanidade, um estudo demonstrou que os fertilizantes foram a inovação que mais salvou vidas na história da humanidade. 

Estimando que tenham salvo cerca de 2,7 bilhões de vidas. 

Atualmente nutrição de plantas continua possuindo um papel essencial para sobrevivência e desenvolvimento da humanidade. 

Por isso, entender sobre nutrição de plantas é fundamental!

É importante ressaltar que a recomendação de adubação vai muito além do simples fornecimento de fertilizantes minerais. 

Atualmente no mercado, temos produtos que melhoram a nutrição de plantas de diversas maneiras, seja pelo correção do solo ou até mesmo pela captação de nutrientes da atmosfera. 

Se você quer saber mais sobre os principais tipos de produtos que melhoram a nutrição de plantas confira! 

(Fonte: Lavoura 10)

Produtos para nutrição de plantas: Quais os principais tipos e como utilizá-los

Orgânicos 

Produto de natureza fundamentalmente orgânica, obtido por processo físico, químico, físico-químico ou bioquímico, natural ou controlado. 

A partir de matérias-primas de origem industrial, urbana ou rural, vegetal ou animal, enriquecido ou não de nutrientes minerais.

Podendo ter origem natural (cama de frango, esterco de bovino, torta de mamona) ou controlado (compostagem).

São utilizados principalmente em sistemas de produção orgânica. 

Mineral

Produto de natureza fundamentalmente mineral, natural ou sintético obtido por processo físico, químico ou físico-químico, fornecedor de um ou mais nutrientes de plantas.

São os produtos mais utilizados na nutrição de plantas atualmente, pois possuem altos teores nutricionais e rápida disponibilização. 

Pequenos, médios e grandes produtores de diferentes culturas podem utilizá-los em suas áreas.

Normalmente são recomendados após a análise de solo, para correção ou manutenção da fertilidade do solo.

Organomineral 

Produto resultante da mistura física ou combinação de fertilizantes minerais e orgânicos.

A tecnologia dos fertilizantes organominerais sólidos ou fluidos representa uma alternativa promissora, tanto para a destinação segura dos resíduos animais, quanto para a obtenção de fertilizantes de alta eficiência.

A junção destes dois tipos de fertilizantes auxilia na eficiência de alguns produtos isolados, como por exemplo, no campo pode proporcionar uma disponibilização mais lenta que os fertilizantes minerais e tem um teor nutricional maior que os fertilizantes orgânicos. 

Podem ser utilizados em culturas perenes, que uma liberação lenta dos nutrientes pode evitar aplicações extras de fertilizantes, por exemplo frutíferas. 

Biofertilizantes 

São produtos para nutrição de plantas com base em substâncias naturais ou microrganismos que melhoram a eficiência nutricional, as respostas aos estresses abióticos, a produtividade e qualidade dos cultivos, sem levar em conta o seu conteúdo de nutrientes.

Como exemplo de biofertilizantes temos: ácidos húmicos e fúlvicos, os hidrolisados proteicos e outros compostos nitrogenados como aminoácidos, extratos de algas e de plantas, fungos e bactérias benéficas, polímeros como a quitosana, entre outros, com comprovada bioatividade.

Podem ser utilizados por uma ampla gama de produtores.

Dentre os biofertilizantes podemos destacar os inoculantes como um produto que revolucionou a agricultura brasileira. 

Isso, porque  culturas como a soja tinha uma dependência muito grande fertilizantes minerais nitrogenados, o que aumentava muito o custo de produção. 

Com o uso de inoculantes na cultura da soja, estima-se uma economia anual de mais de R$ 24,9 bilhões.

Por isso, a inoculação é indicada para pequenos, médios e grandes produtores. E pode ser realizada no sulco ou no tratamento de sementes.

Lembre-se as bactérias são seres vivos!

Nódulos ativos de bactérias fixadoras de nitrogênio em soja

(Fonte: nodusoja)

Corretores de solo 

Produto de natureza inorgânica, orgânica ou ambas, usado para melhorar as propriedades físicas, químicas e biológicas do solo, isoladas ou cumulativamente, ou como meio para o crescimento de plantas, não tendo em conta seu valor como fertilizante. 

Contudo é importante você ficar atento a recomendação, para não indicar uma aplicação em excesso que prejudique o solo ou as plantas.

As principais classes são: corretivos de acidez, de alcalinidade ou de sodicidade.

Dentre os produtos para correção de solo o mais utilizado é o calcário, que além de corrigir o solo é fonte de cálcio e magnésio para as culturas. 

Por isso, antes da recomendação observe sempre a análise de solo.

Condicionador de solo 

São produtos para nutrição de plantas que melhoram o ambiente solo como um todo, promovendo o aumento da exploração do solo pelas raízes. 

Que consequentemente aumenta o aproveitamento de água e nutrientes pelas plantas.

O principal exemplo é o gesso agrícola, que além de ser um condicionante de solo forte é fonte de enxofre para as culturas. 

Novamente ressaltamos a importância de realizar uma análise de solo, antes de qualquer recomendação.

Conclusão

Entender a nutrição de plantas e os produtos disponíveis no mercado é muito importante para o planejamento de manejo.

Mostramos neste artigo a importância da nutrição de plantas em nosso dia a dia.

Você pode conferir ainda quais os principais tipos de produtos para nutrição de plantas e como utilizá-los.

Espero que com essas informações você consiga realizar uma recomendação de sucesso.

Você conhecia os principais produtos para nutrição de plantas?  Ficou com alguma dúvida? Deixe seu comentário abaixo!

Elaboração do artigo: Henrique Fabricio Placido

Redator Emergir, Engenheiro Agrônomo pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), mestre em Fitotecnia pela ESALQ/USP. Especialista em Gestão de Projetos pela mesma instituição. Atualmente, doutorando em Agronomia pela Universidade Estadual de Maringá (UEM), com ênfase em proteção de plantas.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.