/22062795529,22830878229/www.agrotecnico.com.br/www.agrotecnico.com.br_web_stories_4742 google.com, pub-1692112831184972, DIRECT, f08c47fec0942fa0

O que esperar da agricultura de 2023

agricultura de 2023

O que o ano de 2023 reserva para a agricultura brasileira? Se você trabalha com manejo agrícola, deve saber a importância de estar por dentro das notícias, mudanças e informações atualizadas que podem gerar impacto no andamento do agronegócio.

Com o cenário global da atualidade, entre seus altos e baixos, é essencial entender onde o Brasil se encontra neste contexto em relação ao mercado agro.

Neste artigo, vamos destrinchar as principais análises e previsões para o ano de 2023, e entender como esses dados podem ser usados a seu favor para sair na frente no mercado internacional. Reunimos aqui diversas informações sobre as tendências para a agricultura brasileira neste novo ano.

Ainda assim , discutimos fatores sobre a atualidade, como a mudança de governo, a continuidade da guerra entre a Rússia e Ucrânia, a inflação em alta, mudanças climáticas, e muitos outros pontos que influenciam direta e indiretamente na agricultura brasileira, e como eles devem ser levados em consideração na tomada de decisões.

Vamos lá?

Desafios de 2022

Antes de conferir as novas projeções para 2023, primeiro vamos nos situar sobre como a agricultura brasileira deixou o ano de 2022, quais aspectos vão permanecer ao longo dos próximos meses, e por que.

Como sabemos, o ano de 2022 foi especialmente desafiador para a agricultura mundial. Dentre diversos fatores, os pontos que mais impactam o agronegócio no último ano foram provenientes da guerra entre Rússia e Ucrânia.

Como era de se esperar, as lavouras nacionais não escaparam desses impactos, sofrendo com muitas dificuldades ao decorrer do ano. As previsões para 2023 buscam melhorar esse cenário e reacender a agricultura brasileira.

Vamos relembrar agora alguns dos desafios mais destacados ao manejo agrícola no ano de 2022:

Aumento de fertilizantes

Uma das consequências diretas da guerra sobre a agricultura foi o aumento inesperado no custo dos fertilizantes. Só no Brasil, esse aumento chegou a mais de 350%.

Esse acontecimento fez com que produtores precisassem buscar por formas alternativas de financiamento.

Exportação de grãos

Ainda em decorrência da guerra, houve uma quebra da cadeia de exportação global de grãos, sendo que tanto Rússia quanto Ucrânia são, atualmente, grandes produtores de grãos e cereais.

O evento forçou a reflexão sobre o dinamismo do mercado mundial.

Aumento do diesel

O aumento do diesel prejudicou negociações em nível global, pois impactou diretamente no valor do frete. O aumento dificultou o escoamento de grãos e refletiu no preço final ao consumidor.

Taxa de juros

Devido aos fatores que pressionaram a inflação, houve um aumento nas taxas de juros. Esse acontecimento dificultou o acesso do produtor ao crédito.

Mesmo diante de tantos desafios e desventuras que a agricultura enfrentou em 2022, ainda assim, produtores rurais mostraram resiliência inabalável, entregando uma safra recorde no trigo, no milho e na soja, motivo de orgulho nacional.

Desempenho esperado no manejo agrícola em 2023

Entre as projeções para o desempenho na agricultura em 2023, os segmentos que ganham mais destaque são o segmento de grãos e o de proteínas. Há uma expectativa bem otimista em relação a ambos.

Segundo o head no setor de Agro e especialista em análises de mercado, Leonardo Alencar, as tendências apontam para a chegada de mudanças climáticas, que acompanham grandes chances de impactar as lavouras.

Apesar de tais projeções, a expectativa para o Brasil é de alcançar novas safras recorde de soja e milho. Além disso, o setor de grãos está melhor precificado, o que gera menos potencial de alta, em curto prazo.

Fatores de importância

Agora, ao início de 2023, existem alguns pontos cruciais para o andamento e desempenho na agricultura nacional. Para produtores antenados, é essencial acompanhar as métricas que influenciam no agronegócio.

Vamos conferir uma pequena lista dos principais fatores de importância para o manejo agrícola em 2023:

Mudanças no clima

Como vimos anteriormente, as previsões acerca do clima mostram algumas mudanças climáticas esperadas que podem gerar impacto na produção. Ainda assim, o clima segue em estabilidade, as chuvas tendem a ser regulares.

Mas certamente este é um fator que merece atenção e acompanhamento constante.

Custos de produção

De acordo com as previsões que temos até o momento, os preços devem permanecer em bons níveis. Além disso, a tendência é que o preço dos insumos continue caindo.

Após um aumento inesperado nos valores de insumos e fertilizantes, a baixa nos preços é um alívio para o agronegócio brasileiro.

Macroeconomia e perspectivas

O ano de 2023 nos traz uma perspectiva de crescimento global reduzida, o ano será complexo e com menor crescimento econômico. A desaceleração global pode barrar o aumento dos preços, considerando que a demanda tende a ser maior que as ofertas.

Para resumir, a situação do Brasil em termos do agronegócio apresenta uma forte tendência para uma nova safra recorde. O cenário volátil acerca dos preços de grãos no exterior faz com que o custo de produção nacional melhore.

O resultado esperado para 2023 sobre o manejo agrícola é de uma maior participação no mercado, considerando a competitividade do item brasileiro no mercado internacional.

Por fim, outro ponto de grande importância para o agronegócio, e que depende da observação e acompanhamento constantes, são as discussões sobre o fim da isenção de impostos federais sobre combustíveis.

Acompanhar o desenrolar deste tópico pode oferecer mudanças significativas no segmento da cana-de-açúcar.

Exportações do agronegócio brasileiro

Olhando para o fator de exportações no setor do agronegócio brasileiro, vimos anteriormente que as projeções realizadas para 2023 apontam para uma possível safra recorde de soja nacional, o que traz muitas expectativas para o manejo agrícola.

A nova safra recorde de soja, já sendo considerada a maior da história, estima mais de 155 milhões de toneladas de soja na produção, das quais cerca de 93 milhões de toneladas deverão ser exportadas.

A perspectiva de exportação nos traz uma visão mais consistente nos embarques do Brasil, e é prevista uma maior disponibilidade.

Aumento do PIB do agro

Em relação ao PIB do agro, a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil realizou projeções para o ano de 2023 ao setor agro, e apresentou as perspectivas esperadas.

Ainda assim a situação de 2022, fechamos o ano com um valor bruto de produção com crescimento de, aproximadamente, 2,2% em relação ao ano anterior, alcançando até R$1,3 trilhões. Se considerarmos o ramo agrícola nacional, veremos que a receita foi mais positiva, com um aumento de 3,3% em relação a 2021.

Houveram alguns fatores que agiram para pressionar o PIB do agro para baixo, como: aumento de preço dos fertilizantes, redução da produtividade da soja, milho e cana-de-açúcar, e até questões climáticas.

Agora, em 2023, as perspectivas para o manejo agrícola trazem números mais positivos, que também acompanharão muitos novos desafios no ramo.

A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil prevê para 2023 um aumento de até 2,5% do produto interno bruto, em relação a 2022. Mas a estimativa aponta também elementos que precisam ser contornados e solucionados referentes a questões tributárias.

Vimos anteriormente quais foram os principais impactos provenientes da guerra entre Rússia e Ucrânia, como a indisponibilidade de grãos e insumos. Mas caso o cenário permaneça, as previsões de desaceleração do PIB mundial podem ter grande influência nas exportações brasileiras do setor de agro no ano de 2023.

Por fim, a perspectiva para a safra de grãos estima um aumento de 15,5%, segundo análises do CNA. O crescimento da área plantada e recuperação da produtividade de soja auxiliam a concretizar esses números.

O que esperar para 2023?

Tudo bem, você já leu até aqui, e já ficou por dentro de todas as informações. Você sabe quais são as notícias e previsões sobre a agricultura brasileira para 2023, mas o que fazer agora?

Vamos resumir de forma simples todos os pontos que serão impactados por essas novas mudanças de 2023, e qual exatamente é o direcionamento do agronegócio para os próximos meses:

Geral

Em um contexto geral, sabemos que muitos dos desafios de 2022 ainda afetarão o andamento do agronegócio em 2023, e carecem de soluções permanentes.

Os empecilhos não irão desaparecer da noite para o dia, mas 2023 já começa com uma perspectiva positiva para novas mudanças e melhor desempenho.

Vai ser preciso muita resiliência e determinação dos produtores que quiserem tirar vantagem das expectativas deste novo ano.

Econômico

No cenário econômico, todas as intempéries do contexto político-econômico atual ainda vão acompanhar o agronegócio por mais alguns meses, até que a situação tenha se resolvido, ou ao menos tenha menos influência na agricultura brasileira.

Considerando esses fatores, a inflação, taxa de juros elevada, elevados preços de insumos e questões como a disponibilidade de grãos ainda podem ter interferência no setor, e na margem de lucro.

Porém, uma grande expectativa é criada sobre a adesão às novas tecnologias, que poderão auxiliar na análise de crédito, tornando o processo mais assertivo, e de acordo com o perfil de cada produtor.

Mudanças previstas

Como pudemos perceber ao longo do texto, um fator crucial para o agronegócio são as análises de crédito. Neste âmbito, estima-se que análises de crédito individuais podem revolucionar o mercado, acarretando em benefícios tanto para o produtor, quanto para as revendas.

Um grande auxílio aos produtores no custeio da safra pode ser prestado pela utilização de inteligência artificial, realizando análises de risco, associando dados fornecidos pelo produtor.

A análise facilita a operação e cessão de crédito, encaminhando para um banco ou instituição financeira que se adeque ao perfil do produtor, trazendo transparência, agilidade e praticidade.

Manejo agrícola

Para superar os desafios que restaram de 2022, os produtores precisam garantir um trabalho de qualidade e incansável, usando os dados fornecidos a seu favor.

De acordo com as previsões para 2023 em relação à agricultura, é certo que investir em plantio de soja, milho e cana-de-açúcar é uma decisão segura e vantajosa.

Agricultura e Pecuária em 2023

É inegável que 2023 abre as portas para o uso das tecnologias no suporte ao produtor na tomada de decisões. Tais ferramentas buscam facilitar os processos, melhorar o relacionamento entre processos de crédito, e tornar a agricultura mais prática, ágil e rentável.

Se você leu até aqui com atenção, já tem noção de que as projeções para o agronegócio no ano de 2023 são altamente favoráveis e vantajosas, se as informações forem usadas com qualidade. Produtores cautelosos e informados terão vantagem no novo cenário do mercado global de grãos e cereais, onde o Brasil vem mostrando cada vez mais excelência.

Considerações Finais

Como vimos, este novo ano reserva grandes expectativas para o setor agrícola, e ao próprio agronegócio em si. É essencial ficar atento às notícias e acompanhar os processos do meio.

As previsões para 2023 garantem um ano amplo e vantajoso para produtores que souberem empregar com qualidade os dados fornecidos, e navegar a favor das marés.
Para se manter sempre atualizado no mundo da agricultura, com informações acessíveis, práticas e de fontes confiáveis acesse o blog que leva até você os principais conceitos, temas e informações do agronegócio.

Gostou? Então compartilhe nas redes