/22062795529,22830878229/www.agrotecnico.com.br/www.agrotecnico.com.br_web_stories_4742 google.com, pub-1692112831184972, DIRECT, f08c47fec0942fa0

Inovações em fertilizantes para os desafios da agricultura

Inovação em fertilizantes

A inovação é a engrenagem que impulsiona o progresso na maioria dos setores e na agricultura, isso não é exceção. Sobretudo quando se trata de fertilizantes, o ramo agrícola mostra-se cada vez mais sedento por soluções inovadoras, que auxiliam na otimização da eficiência na produção, assim como na promoção de uma agricultura mais sustentável. Neste sentido, a competição do ‘Desafio de Inovações de Fertilizantes da Próxima Geração‘ emergiu como uma plataforma de destaque para a inovação neste setor tão importante. 

Estima-se que 30-50% do rendimento das culturas é atribuído ao uso de fertilizantes inorgânicos.

O objetivo deste artigo é discutir quais são e como as inovações em fertilizantes podem ser uma solução para a agricultura global e apresentar os vencedores do ‘Desafio de Inovações de Fertilizantes da Próxima Geração’.

Estamos gratos à Ariadne Felício por chamar a atenção para o Desafio de Inovações de Fertilizantes da Próxima Geração por meio de uma postagem no LinkedIn. A contribuição desses cientistas e inovadores, audaciosos e visionários que foram recompensados por suas soluções profundamente inovadoras que têm o potencial de transformar a  agricultura e a produção agrícola como a conhecemos hoje, não pode passar despercebida. A seguir, vamos detalhar o trabalho dos vencedores desse notável desafio.

Entendendo as Inovações em Fertilizantes

Estamos vivendo em uma era em que a fusão da tecnologia e da agricultura está trazendo soluções inovadoras para o campo. E, no centro desta revolução agrícola, encontramos os fertilizantes inteligentes.

Você sabia que os fertilizantes são responsáveis por alimentar cerca de metade da população mundial? Sim, você ouviu direito. A sua importância não pode ser subestimada, já que eles fornecem os nutrientes necessários para o crescimento e desenvolvimento das plantas. Mas, como em qualquer outra indústria, as inovações em fertilizantes estão remodelando o setor e fornecendo ferramentas para os agricultores maximizarem seu potencial produtivo enquanto minimizam seu impacto ambiental.

O mercado global de fertilizantes foi avaliado em US$ 83,5 bilhões em 2020 e deve crescer a uma taxa composta de crescimento anual de 3,9% de 2021 a 2028.

Então, o que são exatamente estas inovações que estão dando o que falar? Eles são uma diversidade de tecnologias – de fertilizantes inteligentes que liberam nutrientes sob demanda até novas formulações que melhoram a eficiência do uso do nitrogênio. Cada inovação tem o seu próprio papel na promoção de uma agricultura mais sustentável e produtiva. 

Desvendar essas inovações pode parecer um pouco complicado, especialmente se você não está familiarizado com o mundo da tecnologia agrícola. Mas não se preocupe, estamos aqui para ajudá-lo a entender estas inovações e o que elas podem significar para a futura produção de alimentos.

Uma prévia de inovações em fertilizantes

Falar de fertilizantes inovadores não é apenas discutir compostos e elementos químicos. Estamos falando de novas perspectivas para a agricultura, que podem resultar em uma produção mais eficiente, econômica e sustentável. Então, vamos conhecer um pouco mais sobre estes vencedores e suas soluções revolucionárias. 

Começamos com Taylor Pursell, da Pursell Agri-Tech, que nos apresentou a “Urea 2.0”. Esta inovação envolve substituir o núcleo de ureia convencional por uma mistura personalizável. Esta personalização possibilita criar fertilizantes totalmente adaptáveis às necessidades do solo local. Uma abordagem que leva em conta a especificidade do solo pode fazer toda a diferença na efetividade da fertilização. 

Já Dr. Christopher Hendrickson, da Aqua-Yield, nos trouxe uma proposta fascinante baseada em nanotecnologia. Seu fertilizante nano-inteligente é capaz de transportar a carga de nutrientes essenciais dentro de nanopartículas de sílica. Estas partículas, por sua vez, se dissolvem em minerais do solo, liberando os nutrientes quando entram em contato com exsudatos radiculares – substâncias liberadas pelas raízes de plantas. Com isso, o aproveitamento dos fertilizantes pode ser maximizado, o que representa um grande potencial para eficiência agropecuária. 

Estas são apenas algumas das inovações premiadas no Desafio de Inovações de Fertilizantes da Próxima Geração. Como você pode ver, as possibilidades são genuinamente empolgantes e prometem mudar o rosto da agricultura como a conhecemos. Venha conosco nesta jornada de descoberta e, juntos, exploraremos o futuro da agricultura!

Os Vencedores do Desafio de Inovações de Fertilizantes da Próxima Geração

Você já se perguntou quem são os cérebros por trás dessas grandes inovações em fertilizantes? Saiba que por trás de cada grande avanço, sempre há uma equipe dedicada e focada. Isso é claramente exemplificado pelos vencedores do Desafio de Inovações de Fertilizantes da Próxima Geração. 

Nome do VencedorCompanhia/InstitutoTítulo do ProjetoNível do Prêmio
Taylor PursellPursell Agri-TechUrea 2.0Vencedores de Nível 1
Dr. Christopher HendricksonAqua-YieldFertilizante nano-inteligívelVencedores de Nível 1
Dr. Catherine RoueFertinagro Biotech International/Agraux Solutions InternationalPhosphate Liberation BoosterVencedores de Nível 2
Dr. Kuide QinVerdesian Life SciencesTecnologias inovadoras de misturas eutéticasVencedores de Nível 2
Chandrika VaradachariAgTec Innovations Inc.Smart-NVencedores de Nível 2
Dr. Jaroslav NislerInstituto de Botânica Experimental, Academia Tcheca de CiênciasDerivados do hormônio de crescimento vegetal sintético MTUMenção Honrosa
Dr. Leanne GilbertsonDepartamento de Engenharia Civil e Ambiental da Universidade de PittsburghPortadores de lipossomos para fertilizantesMenção Honrosa
Dr. Robert NeidermyerHolganix LLCBio 800+Menção Honrosa
Paul MullinsBrandon Products Ltd.BBS-1Menção Honrosa

Inovações em fertilizantes – Vencedores de Nível 1 

No nível 1, com um prêmio de US$ 17.500, foram contempladas soluções de peso como a “Urea 2.0”, liderada por Taylor Pursell da Pursell Agri-Tech, uma inovação que faz um upgrade na ureia convencional e o fertilizante nano-inteligente desenvolvido pelo Dr. Christopher Hendrickson da Aqua-Yield. 

Inovações em fertilizantes – Vencedores de Nível 2 

Os vencedores de nível 2, recompensados com US$ 10.000 cada, apresentaram soluções igualmente marcantes. A Dra. Catherine Roue, da Fertinagro Biotech International / Agraux Solutions International, impressionou com a sua “Phosphate Liberation Booster”. Já o Dr. Kuide Qin da Verdesian Life Sciences, chamou a atenção com o uso de tecnologias de misturas eutéticas e a Chandrika Varadachari, da AgTec Innovations Inc., apresentou o revolucionário fertilizante “Smart-N”. 

Menções Honrosas 

Com Menção Honrosa, porém sem prêmio em dinheiro, ficaram os trabalhos do Dr. Jaroslav Nisler, Dr. Leanne Gilbertson e Dr. Robert Neidermyer, que trouxeram avanços significativos nas áreas de hormônios de crescimento vegetal, portadores de lipossomos para fertilizantes e inoculantes microbianos, respectivamente. E finalmente, Paul Mullins da Brandon Products Ltd., por sua submissão inovadora sobre “BBS-1”, um bioestimulante derivado do extrato de algas marinhas. 

Esses são os nomes por trás da revolução na área de fertilizantes. Vamos ficar de olho no que vem por aí no próximo Desafio de Inovações de Fertilizantes da Próxima Geração!

Urea 2.0: Uma Nova Abordagem para a Fertilização

É com satisfação que trazemos mais detalhes sobre a inovação premiada de Taylor Pursell – a “Urea 2.0”. Nessa inovadora abordagem da fertilização, Taylor propõe a substituição do núcleo de ureia convencional por uma mistura personalizável de inibidores, micronutrientes e/ou materiais biológicos. Dessa forma, é possível fornecer um fertilizante adaptado às necessidades específicas de cada local. 

A eficiência média de uso de nitrogênio em fertilizantes é de apenas 33%.

Esse novo método se destaca pela sua versatilidade. Sabemos que os solos variam muito em termos de composição e característica, assim, a criação de um fertilizante que possa ser personalizado de acordo com necessidades locais é um avanço importante para a agricultura. Com isso é possível tornar a fertilização mais eficiente, passando a ser direcionada para os elementos que o solo de fato necessita. 

A ideia da “Urea 2.0” é ajudar a unir alta produtividade agrícola e cuidados com o meio ambiente. Para nós que estamos em busca de inovações sustentáveis para a agricultura, sem dúvida a “Urea 2.0” está na lista de maiores avanços recentes da área. 

Nano-Inteligência Aplicada aos Fertilizantes: O Caso da Aqua-Yield 

Passando agora para outra inovação premiada, temos o trabalho de Dr. Christopher Hendrickson, da Aqua-Yield. Ele propõe um fertilizante nano-inteligente à base de nanopartículas de sílica. 

Essas nanopartículas funcionam como transportadoras de carga de fertilizantes. Elas se dissolvem quando entram em contato com os minerais do solo. Quando isso acontece, os fertilizantes da carga são liberados. Uma vez liberados, eles entram em contato com os exsudatos radiculares, que são substâncias liberadas pelas raízes das plantas.

Isso traduz em um sistema de fornecimento de fertilizantes muito mais direcionado. Dessa forma, consegue-se aumentar a eficiência da fertilização e reduzir o desperdício. Mais um grande passo em direção a uma agricultura mais sustentável e produtiva. 

Ambas as inovações são ótimos exemplos de como a pesquisa e o desenvolvimento de novas tecnologias podem trazer soluções muito eficazes para desafios longínquos da agricultura.

Phosphate Liberation Booster: Menos Fertilizante, Mais Eficiência

E quando falamos de eficiência e inovação na indústria dos fertilizantes, é inevitável mencionar a tecnologia Phosphate Liberation Booster, de autoria da doutora Catherine Roue, da Fertinagro Biotech International/Agraux Solutions International. O objetivo da proposta é a otimização da aplicação do fosfato, um dos macronutrientes mais importantes para as plantas, mas que muitas vezes é abundantemente utilizado, causando desperdício e danos ambientais. 

A doutora Catherine Roue desenvolveu uma tecnologia revolucionária que usa os exsudatos da raiz concentrados de plantas carentes de fosfato para permitir a aplicação de menos fertilizante de fosfato e fontes mais amplamente disponíveis. Essa abordagem significa menos desperdício e mais eficiência na nutrição das plantas, o que tem enormes implicações para a sustentabilidade da agricultura

A ideia por trás do Phosphate Liberation Booster é simples, porém inovadora. As plantas famintas por fosfato produzem exsudatos radiculares que têm a capacidade de solubilizar o fosfato no solo. Além disso, em vez de ignorar esse fenômeno natural, a tecnologia de Catherine capitaliza sobre ele, usando esses exsudatos de raiz para liberar o fosfato disponível no solo e aumentar a disponibilidade desse nutrientes vital aos vegetais. Isso reduz a necessidade de adicionar excesso de fosfato ao solo e ajuda a manter a saúde do solo em equilíbrio. 

Essas inovações provam que é possível ser mais sustentável e eficiente na agricultura. E nós enquanto consumidores finais, agradecemos a compromisso e a inventividade desses pesquisadores que estão trabalhando para garantir que nosso sistema alimentar seja mais resiliente e sustentável para as futuras gerações.

Smart-N: O Fertilizante Inteligente que Libera Nutrientes Sob Demanda

Apresentado por Chandrika Varadachari, da AgTec Innovations Inc., o Smart-N é uma grande promessa no campo das inovações em fertilizantes. Trata-se de uma solução verdadeiramente inteligente que libera nutrientes sob demanda da cultura. Fabricado a partir de polifosfatos de cadeia curta ligados ao cálcio, o Smart-N cria uma espécie de “gaiola” para a ureia, dissolvendo-se em nutrientes vegetais (isto é, N, P e Ca) quando entra em contato com exsudatos radiculares. 

O principal diferencial deste fertilizante inovador é a sua capacidade de responder diretamente à demanda nutricional da planta, liberando a quantidade exata de nutrientes necessária para otimizar o seu crescimento e produtividade. Isso elimina o risco de aplicação excessiva de fertilizantes, uma prática comum que pode causar danos ambientais, incluindo contaminação de lençóis freáticos e eutrofização dos corpos d’água. 

Além disso, o Smart-N se destaca por sua maior eficiência em relação aos fertilizantes convencionais. Uma vez que é capaz de liberar seus nutrientes precisamente ao serem necessários, ele minimiza as perdas por lixiviação e evaporação, tornando cada aplicação de fertilizante muito mais eficiente e economicamente vantajosa. 

Em suma, o Smart-N não é apenas uma inovação no que se refere à tecnologia de fertilizantes, mas também é um exemplo de como é possível conciliar produtividade agrícola com sustentabilidade ambiental. E é esse tipo de solução que os produtores e o planeta precisam para enfrentar os desafios da agricultura no século 21.

Lipossomos como Carregadores de Fertilizantes: Uma Nova Perspectiva

E você, já ouviu falar em lipossomos aplicados à agricultura? Sim, é uma inovação impressionante vinda diretamente dos laboratórios da Universidade de Pittsburgh graças ao trabalho incansável da Dr.ª Leanne Gilbertson e sua equipe do Departamento de Engenharia Civil e Ambiental. 

Sua proposta é direta, porém revolucionária: utilizar lipossomos como carregadores de fertilizantes. Mas o que são lipossomos e por que isso é tão especial? São pequenas esferas compostas por fosfolipídios, semelhante ao material das membranas das células vegetais, que podem servir como pacotes para transportar outras substâncias. 

No caso dos fertilizantes, a Dr.ª Gilbertson e sua equipe estão utilizando lipossomos para criar um “pacote de fertilizantes protegidos”, uma abordagem diferente de um fertilizante revestido sólido convencional. Alem disso, esses lipossomos transportam nutrientes através dos poros do solo até a rizosfera, onde as condições mudam e o lipossoma se desestabiliza, liberando a carga do fertilizante. 

Além disso , esta inovação otimiza a entrega de nutrientes, também ajuda a combater vários outros problemas associados aos métodos tradicionais de fertilização. Além disso ocorre a redução do desperdício de fertilizantes, minimiza o efeito da lixiviação e volatilização, e é mais amigável ao meio ambiente, uma vez que menos fertilizante é perdido no ambiente e, consequentemente, há menos poluição da água e das terras em torno das áreas cultivadas. 

Bio 800+: Utilizando o Poder dos Micróbios do Solo

Vamos falar sobre uma das menções honrosas, a inovação “Bio 800+”, submetida por Dr. Robert Neidermyer, da Holganix LLC. Esta abordagem utiliza os poderes do ecossistema microbiano do solo, otimizando a saúde das plantas e potencializando a produção agrícola. 

O que torna tão especial o “Bio 800+”? Esse inoculante está aproveitando mais de 800 espécies de micróbios presentes no solo, além de algas e outros ingredientes. Esses agentes trabalham em conjunto para transformar o solo, tornando-o mais propício para o crescimento da plantação. 

Mas afinal, como funciona? Este fertilizante inovador cria um ambiente ideal para os micróbios prosperarem, melhorando a estrutura geral do solo e aumentando a retenção de umidade e nutrientes. Com essa alteração, as plantas podem absorver os nutrientes de maneira mais eficiente, levando a um crescimento mais saudável. 

No cenário atual, onde a sustentabilidade é um fator crucial, o “Bio 800+” oferece uma abordagem ecológica para aumentar a produção agrícola. Essa solução consegue reduzir a necessidade de fertilizantes químicos, contribuindo para uma produção agrícola mais sustentável. 

 Ao final, devemos valorizar essas inovações como o “Bio 800+”. Elas são um passo adiante na direção certa, buscando melhorar a eficiência dos fertilizantes e encontrar soluções mais verdes e sustentáveis para a agricultura do futuro.

BBS-1: O Bioestimulante Derivado do Extrato de Algas Marinhas

Desenvolvido por Paul Mullins da Brandon Products Ltd., o BBS-1 traz uma nova perspectiva na aplicação de fertilizantes. Este inovador bioestimulante é derivado de extratos de algas marinhas e é aplicado como um revestimento no fertilizante granular padrão.

O papel do BBS-1 não se restringe apenas ao melhoramento da eficiência do fertilizante. Sua função mais significativa é regular a expressão gênica para proteínas responsáveis pela captação de nitrogênio nas células radiculares. A Ativação ocorre quando o fertilizante encontra-se na rizosfera, uma região do solo que circunda diretamente as raízes das plantas. 

À medida que as plantas crescem e as condições da rizosfera mudam, o BBS-1 facilita a liberação de nutrientes essenciais do solo diretamente para as raízes. Além disso, essa absorção otimizada de nutrientes promove um saudável crescimento das plantas, aumentando sua resistência contra doenças e aprimorando a produtividade agrícola. 

Essa tecnologia pode revolucionar a maneira como os fertilizantes são usados, ajudando não apenas a aumentar a produção de alimentos, mas também permitindo práticas agrícolas mais sustentáveis ao minimizar a quantidade de fertilizantes necessários. Uma solução de vanguarda para os desafios agrícolas do século 21, o BBS-1 é um exemplo brilhante das inovações em fertilizantes de próxima geração.

Conclusão

No contexto de inovações em fertilizantes, é evidente que a evolução tecnológica na agricultura pode trazer grandes avanços para o setor. Soluções como ‘Urea 2.0’, ‘Phosphate Liberation Booster’ e ‘Smart-N’ provam que é possível buscar mais eficiência e produção, sem necessariamente aumentar a quantidade de fertilizantes usados. Já as tecnologias como os lipossomos e o ‘Bio 800+’ mostram o quanto ainda podemos aprender com a própria natureza e como beneficiar nosso cultivo. E, finalmente, o ‘BBS-1’ é um grande exemplo de como podemos aliar a química e a genética para potencializar a eficiência de absorção dos nutrientes pelas plantas. 

Estamos apenas no começo de uma nova revolução agrícola, com várias possibilidades de inovações em fertilizantes. Além disso , continuaremos acompanhando as mais recentes pesquisas e compartilhando informações úteis para você se manter atualizado. Continuar crescendo à medida que novas tendências e inovações emergem é a chave para o futuro da agricultura. 

Gostaria de agradecer a Ariadne, por sua contribuição valiosa na produção deste artigo. Sua paixão e expertise ajudaram a ampliar nossa compreensão das inovações em fertilizantes e seu potencial para transformar a agricultura. Obrigado, Ariadne! 

Gostou? Então compartilhe nas redes