fbpx
Lisina nas plantas

Lisina nas plantas: Para que serve

Lisina: o que é, qual sua função e importância para as plantas e, como podem ser utilizadas na agricultura.

O uso de aminoácidos na agricultura vem tomando cada vez mais espaço nos estudos e no campo, com o objetivo de entender quais os benefícios que proporcionam para as plantas.

Os aminoácidos têm grande importância para as plantas, pois participam do metabolismo primário e secundário, que proporciona a síntese de muitos compostos que vão influenciar na produção e na qualidade dos frutos.

As plantas sintetizam todos os 20 aminoácidos encontrados nas proteínas. Por isso, hoje vamos falar sobre um dos mais importantes deles: a lisina.

Quais são os aminoácidos essenciais?

Os aminoácidos são moléculas que contêm os grupos funcionais amina e ácido carboxílico.  

O crescimento e desenvolvimento das plantas dependem de muitos fatores, e um deles é a presença de aminoácidos.

As plantas possuem em torno de 20 aminoácidos essenciais, dentre eles temos:

  • Triptofano;
  • Glicina;
  • Metionina;
  • Serina;
  • Tirosina;
  • Valina;
  • Prolina;
  • Fenilalanina;
  • Arginina;
  • Leucina;
  • Histidina;
  • Ácido aspártico;
  • Lisina;
  • Treonina;
  • Ácido glutâmico;
  • Isoleucina.

A lisina está entre os aminoácidos essenciais que estão presente nas plantas e, assim como os aminoácidos treonina, metionina e isoleucina, é derivada do ácido aspártico.

As enzimas que atuam na síntese destes aminoácidos estão localizadas dentro dos cloroplastos das folhas ou em plastídeos de órgãos não fotossintéticos (como raiz e sementes). 

Tipos de aminoácidos para plantas e suas funções

Algumas funções e importância dos aminoácidos para as plantas já são conhecidas e relatadas como:

  • Síntese de proteínas;
  • Compostos intermediários dos hormônios vegetais endógenos;
  • Efeito complexante em nutrientes e outros produtos químicos (os aminoácidos podem formar complexos com cátions, como Ca, Mg, K, Zn, Cu, Mn e Fe, protegendo-os e aumentando sua disponibilidade para as plantas);
  • Maior resistência ao estresse hídrico e a alta temperatura;
  • Maior tolerância ao ataque de pragas e doenças.

Como você pode ver, os aminoácidos participam de diversos processos durante o crescimento e desenvolvimento das plantas.

O triptofano, por exemplo, é precursor da auxina. A auxina é o hormônio promotor do crescimento vegetal.

A metionina é precursora do etileno, hormônio responsável pela maturação dos frutos e senescência vegetal.

A tirosina e a fenilalanina são precursoras dos compostos fenólicos, estes participam da defesa das plantas e na síntese de lignina. 

A glicina é precursora da síntese de clorofila.

A valina afeta diretamente a germinação das sementes.

A arginina age sobre o desenvolvimento radicular e eleva a solubilidade e absorção de nutrientes.

Vamos ver agora um pouco mais sobre a lisina e como ela é utilizada na agricultura.

O que é Lisina e para que serve?

A lisina, como vimos, é um aminoácido, e sua fórmula estrutural está representada abaixo. 

Veja que a lisina possui o grupo do ácido carboxílico e o grupo amina.

Estrutura da lisina.

A lisina, assim como os outros aminoácidos, faz parte da estrutura das proteínas, e por isso é tão importante para as plantas.

Por ser um aminoácido essencial para a produção de animais, a lisina passou a ser adicionada na ração de animais de abate.

Nas plantas, a lisina é ativadora da clorofila e retardadora da senescência.

Principais funções dos aminoácidos nas plantas.
Fonte: Agrotécnico.

Aminoácidos na agricultura

A aplicação direta de aminoácidos sobre as plantas tem sido estudada, porém ainda não se tem resultados positivos.

O uso de aminoácidos em pulverizações foliares na agricultura está se tornando cada vez mais frequente.

Porém, existem controvérsias quanto à absorção pelas plantas. 

Ainda há poucos trabalhos publicados em relação a absorção dos aminoácidos pelas plantas, mas existem citações de que plantas podem absorver pelas raízes e pelas folhas.

Os melhores resultados do uso de aminoácidos na agricultura são relacionados a situações de estresse biótico e abióticos que a planta passa como:

  • Ataque de pragas e doenças;
  • Desordens nutricionais;
  • Alterações climáticas (seca, geadas e temperaturas noturnas muito baixas por períodos prolongados);
  • Deficiências hídricas;
  • Estresses relacionados à aplicação de defensivos, como a ocorrência de sintomas de injúrias nas plantas causadas por aplicações erradas de produtos químicos (principalmente herbicidas).
Uso de aminoácidos em plantas
Fonte: Agrotécnico

Função da lisina na agricultura

Uma importante função das lisinas está associada a novas características que têm sido introduzidas no mercado. 

Este aminoácido é um dos principais fatores limitantes na produção em um rebanho leiteiro.

Quando há limitação dos aminoácidos lisina e metionina na dieta dos animais, eles não conseguem expressar todo o seu potencial produtivo.

Dentre os benefícios do uso de aminoácidos lisina e metionina na dieta dos animais estão:

  • Aumento do volume de leite produzido;
  • Aumento da ingestão de matéria seca;
  • Aumento dos sólidos do leite;
  • Aumento dos índices reprodutivos.

Assim, nos últimos anos, alguns países autorizaram o uso comercial do primeiro milho geneticamente modificado com altos teores de lisina. 

Isso permite o aumento em mais de 10 vezes nos teores de lisina, o que poderá reduzir os custos na produção de rações animais à base de milho.

Entre os países que autorizam essa tecnologia estão: Austrália, Canadá, Colômbia, Japão, México, Nova Zelândia, EUA e Taiwan.

Conclusão

No texto de hoje você aprendeu sobre a importância das lisinas, sua estrutura e produção nas plantas.

A lisina, assim como os demais aminoácidos, são essenciais para as plantas e participam de diversas funções durante o crescimento e desenvolvimento dos vegetais.

A sua importância na agropecuária está relacionada à demanda dos animais e aos processos fisiológicos das plantas.

O maior benefício do uso da lisina nas plantas é relacionado a estresses bióticos e abióticos. 

Gostou do texto? Tem mais dicas sobre lisina nas plantas e o uso dos aminoácidos na agricultura? Adoraria ver o seu comentário abaixo!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.